Vendas

Coronavírus: veja como o varejo da moda pode lidar com os desafios da crise

O Sebrae Minas apresenta um e-book com orientações e atitudes a serem tomadas em negócios de varejo da moda para superar a crise do Covid-19. Confira.

O comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios é um dos mais sensíveis às oscilações da economia. Em um cenário de incertezas, em que o mundo enfrenta a pandemia do novo coronavírus, o que é possível fazer para minimizar os efeitos da crise sobre os pequenos negócios do setor?

Entre todos os desafios da crise, o maior receio dos empresários de micro e pequenas empresas é fechar as portas por não terem recursos para pagar os funcionários, fornecedores e credores.

Com o decreto de calamidade pública instituído pelo Governo de Minas no dia 20 de março e adotado pelos municípios, há diversas restrições ao funcionamento do comércio em todas as cidades do estado. As exceções são os estabelecimentos que vendem produtos ou prestam serviços essenciais, como padarias, supermercados e farmácias.

Para dar suporte aos pequenos negócios durante a pandemia, o Sebrae Minas elaborou uma série de materiais específicos sobre o Coronavírus. O objetivo é levar as orientações corretas para minimizar os impactos que a crise pode gerar nos negócios.

Os comerciantes do varejo da moda têm como atuar de maneira remota e vender seus produtos pela internet. Neste e-book, confira algumas dicas para apoiar empreendedores do segmento neste momento de instabilidade e isolamento social.

Clique no botão verde e baixe gratuitamente o material em nossa Biblioteca Digital. Boa leitura.

Acesse o site sebrae.mg para ter mais informações específicas sobre a pandemia do Coronavírus e como ela afeta os negócios.

Em caso de dúvidas, entre em contato conosco no Atendimento Online ou ligue para nossa Central de Atendimento no telefone 0800 570 0800.